Alguns dos dados que mais chamam a atenção do consumidor, é a potência e torque do motor. E você sabe o que significa isso na prática? Será que quanto maior a potência, mais o veículo (motocicleta) andará, correto? Na verdade não é tão simples… mas continue a leitura, entenderá até o final do texto.

Primeiramente precisamos entender que potência e torque estarão sempre presentes no motor, não importa a rotação, nem a carga aplicada, teremos sempre os dois juntos. A diferença é que seus máximos são obtidos em rotações diferentes, com o torque máximo aparecendo sempre em rotações menores que a potência. Esse é o motivo para boatos como, “em baixa rotação o motor usa torque, em alta usa potência”.

Números de Potência e Torque divulgados na ficha técnica

As fábricas, sempre divulgam os valores máximos, por dois motivos. Primeiro, por questões comerciais, divulgando os máximos, os números serão mais chamativos. E segundo, não faria sentido divulgarem todos os gráficos de potência em várias condições de rotação e carga, seria muito complexo o entendimento para a grande maioria das pessoas, já que esses dados não fazem parte do seu cotidiano. Mas atentem que pra cada abertura de acelerador, e cada rotação, teremos um determinado valor de potência e torque disponível, sendo assim, no momento que precisarmos de mais potência, aceleramos mais, no momento que precisarmos de economia, aceleramos menos.

Qual a relação entre força e velocidade em um motor

Torque é a força aplicada para fazer algo se mover. Para um melhor entendimento, imaginem um parafuso fixado em uma superfície qualquer, você encaixa uma chave para soltá-lo, e precisa fazer uma determinada força para que o parafuso se mova. A força que utilizou, multiplicada pelo comprimento da chave, é o torque. A partir do instante que esse parafuso se mover, terá sido gerado um trabalho. A velocidade que esse trabalho é realizado, é denominado potência. Muito simples não é? Para simplificar ainda mais a questão da potência, sigam a máxima, potência = torque X rpm.

Para ilustrar vejam dois exemplos, segundo suas fichas técnicas:

Comparativo de Potência e Torque Honda Hornet X Yamaha XT660

COMPARATIVO

HONDA HORNET ano 2010

YAMAHA XT660R ano 2012

Configuração

Motor 4 cilindros em linha

Motor 1 cilindro

Cilindrada

599,3 cc

660 cc

Potência Máxima

102 cv a 12.000 RPM¹

48 cv a 6.000 RPM¹

Torque Máximo

6,53 kgf.m a 10.500 RPM¹

5,95 kgf.m a 5.250 RPM¹

Comparação injusta? Não, isso depende do objetivo quanto ao tipo de uso da moto, confira abaixo.

A primeira, com 599cc e 4 cilindros em linha, com rotação acima dos 12.000, a segunda com 660cc e apenas 1 cilindro com rotação pouco superior a 6.000. Notem que os valores de torque máximo são muito parecidos, porém a rotação que ocorre são muito diferentes. Isso nos indica boa parte do comportamento da moto, bem como nos dá uma noção de que a potência máxima na Hornet seria muito maior, mesmo que não houvesse mencionado no texto, pois o torque máximo vem em rotações bem mais altas. Entendido a parte de torque x rpm = potência?

Agora coloquem as duas em disputa, em uma prova de arrancada de 201 ou 402 metros, sem levar o fator piloto em conta, quem você acha que chegaria primeiro a linha de chegada?

A diferença será de mais de 1 segundo, em vantagem pra 4 cilindros da Honda, ou seja, POTÊNCIA.

Adicione a essa mesma moto (Hornet) mais 400 kg, e imaginem o mesmo teste. O tempo dela nesse trajeto aumentará drasticamente, e muito provável, chegará depois da XT.

Portanto, aqui podemos tirar mais dois dados, um deles é que mais potência significa tempo de aceleração mais baixo. A segunda é que para realmente esse tempo se concretizar, dependerá do peso a ser transportado por esse motor. Por isso a potência por si só não nos diz muita coisa, e não significa que a moto “andará mais”, temos algumas variáveis como rotação, peso, utilização etc., que juntos, somam fatores para que realmente o desempenho seja satisfatório.

E para a disputa não ficar injusta, faremos outra análise simples. As duas motos, a 40 km/h constantes, em última marcha, acessam uma subida muito acentuada, como uma rampa. A moto da Yamaha, vencerá esse obstáculo sem ao menos precisar reduzir marcha, mal será percebido a cansativa subida. Já a Hornet, precisará reduzir marcha, ou a rotação cairá muito, a ponto de apagar o motor. O porque disso? Exemplo contrário ao anterior, nessa situação, como os números máximos aparecem em rotações mais baixas na XT660, ou seja, tem mais potência e mais torque nessa condição, então se sairá melhor.

Para finalizar, o entendimento do significado de Potência e Torque é de suma importância para os iniciantes, profissionais da área de preparação de motos, e inclusive para consumidores, já que com essa compreensão, poderá guiar a decisão de compra baseado também nas informações disponíveis na ficha técnica divulgada pelo fabricante, e ter um parâmetro a mais para futura decisão.

…Quer descobrir a essência da Preparação de Motores? Veja nosso próximo artigo…

 

Referencias

¹ https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/ficha-tecnica-honda-cb-600f-hornet-3/

² https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/ficha-tecnica-da-yamaha-xt-660r/